A inovação, sucesso e crescimento de uma organização depende muito do investimento interno e externo desta. No entanto, nem todas as entidades têm volumes de negócios compatíveis com as mudanças desejadas, nomeadamente em Portugal, país dominado por pequenas e médias empresas (PME). Desta maneira, a gestão de recursos tornou-se uma necessidade, bem como uma maneira de conseguir redução de custos.

Praticar a redução de custos na empresa

Para uma implementação rigorosa e que cumpra os objetivos desejados, esta redução necessita de ser planeada, comunicada a todos os colaboradores e acompanhada ao longo de todo o processo, garantindo assim o bom funcionamento da mesma. É um processo longo e os resultados significativos não irão aparecer aquando a sua iniciação, no entanto, a longo-prazo irão atender às necessidades.

O planeamento da estratégia de redução de custos tem de estar enquadrado com o funcionamento normal laboral e toda a empresa tem de estar em concordância e agir perante o mesmo. Devem também ser definidas metas e objetivos a cumprir de acordo com o espaço de tempo disponível.

Redução de custos: 3 maneiras de reduzir custos na sua empresa

1. Analisar todas as despesas associadas à compra de bens e matéria primas

Para muitas empresas, os maiores gastos vêm associados à compra de materiais necessários à sua atividade laboral. É necessário gerir esta área de acordo com a produção e produto final para venda, perceber se houve perda de matéria-prima, como evitá-la e otimizar o processo, evitando assim o desperdício.

2. Investir em tecnologia e no digital

A tecnologia tem evoluído cada vez mais e penetrou-se na atividade empresarial, sendo que, muitas entidades já não conseguem viver sem a mesma. O investimento e renovação da tecnologia tem sido uma prática comum, uma vez que é necessário atualizar os dispositivos com funções mais recentes e adquirir novas máquinas mais capazes. No entanto, é necessário analisar a relação custo-benefício de maneira a perceber se este investimento é do interesse da empresa.

A criação e implementação de softwares tem sido um meio de máxima rentabilização, pois apesar de ser alvo de um investimento inicial, vem facilitar a componente humana e toda a sua ação, nomeadamente planeamento e estratégia. Além disto, permite um seguimento muito mais preciso do trabalho e um registo mais acessível de toda a atividade por realizar e concretizada.

3. Gerir a relação com os fornecedores e indústrias transformadoras

É necessário perceber se a relação com os fornecedores está a trazer vantagens para a empresa ou não, uma vez que este tipo de ligação deve ser bilateral e de benefício mútuo. Se assim não for, é necessário repensá-la e procurar alternativas melhores.

A análise de toda a atividade laboral deve ser uma prioridade para perceber se esta pode ser otimizada ou, até mesmo, realizada por entidades exteriores pertencentes à indústria transformadora, em formato de outsourcing. Muitas das vezes, o espaço e custo de produção associado a um material não compensa o fabrico próprio e acaba por ser mais barato contratar empresas terceiras para tal.

Vantagens da redução de custos

Primeiramente, a redução de custos pode pressupor um investimento – como no caso da aquisição de novos dispositivos tecnológicos – no entanto, se esta for bem gerida, o seu retorno é inevitável, trazendo consigo algumas vantagens.

  • Disponibilidade de capital para investimento
  • Presença e vantagem competitiva no mercado
  • Amplificação da rentabilidade

Na Openlimits aconselhamos sobre a solução ideal para si e para a sua empresa, tendo em conta os seus desafios específicos. Adaptamos todo o processo para atender às necessidades e objetivos desejados otimizando a sua atividade e alcançando o sucesso. Contacte-nos e comece já a reduzir os custos da sua empresa.

Menu